Ações preventivas como limpeza de bueiros e intervenções de infraestrutura na cidade já vinham sendo realizadas durante todo o ano e agora são intensificadas, dentro do plano de contingência do município.

Telefones-úteis

Tendo conhecimento sobre dados divulgados por órgãos de meteorologia, que já previam que o período chuvoso de 2018 seria mais rigoroso, desde o mês de novembro do ano passado a Prefeitura de Timon já começou um trabalho preventivo para evitar danos à população. Ações preventivas como limpeza de bueiros e intervenções de infraestrutura na cidade já vinham sendo realizadas durante todo o ano e agora são intensificadas, dentro do plano de contingência do município. O resultado é que, mesmo diante dos 52 mm de chuva, atingindo 47 mm no período de uma hora, registrados pela Estação Hidrológica do IFMA de Timon no final da tarde desta quinta-feira, dia 11, não houve nenhuma ocorrência que pudesse causar grandes prejuízos aos moradores.

 

Reuniões traçaram estratégias preventivas, que foram elaboradas e executadas através da ação conjunta da Coordenadoria de Defesa Civil, Superintendência de Limpeza Urbana (SLU), Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados ao Município de Timon (Agert), Ouvidoria do Município e secretarias municipais de Habitação, Saúde, Desenvolvimento Social, Meio Ambiente e Infraestrutura.

 

O trabalho constante da SLU no desentupimento de bueiros, retirada de entulhos e limpeza, as ações de infraestrutura – como a construção de sarjetas, canaletas, manutenção de galerias, a identificação de áreas alagáveis pela Defesa Civil, preservação de várzeas e atividades de educação ambiental feitas pela Secretaria de Meio Ambiente, um plano de resíduos sólidos, dentre outras ações, fazem parte dessas estratégias.

 

Toda essa atuação conjunta favorece o escoamento das águas pluviais, impedindo inundações e maiores impactos. “Mesmo na Av. Jaime Rios, onde durante a chuva houve um grande acúmulo da água, as ações favoreceram o escoamento rápido das águas. Em 20 minutos, toda a água já havia escoado. Ontem e hoje, as equipes da SLU estão trabalhando na retirada de entulho e areia arrastada pelas águas”, conta Alexandre Luz, superintendente de Limpeza.

 

Alexandre reforça ainda a importância da colaboração dos moradores, não deixando nas ruas troncos e galhos de árvores, a fim de que este não sejam arrastados pelas águas até pontos que provoquem acidentes ou entupimentos.

 

De acordo com o coordenador da Defesa Civil, César Junior, as equipes estão em alerta e preparadas para atuar. “Estamos em alerta para atender a população em casos de maiores danos e prejuízos. Contamos com a colaboração do Corpo de Bombeiros diante de qualquer atendimento urgente”. Caso necessite de atendimento pelos Bombeiros, a população pode solicitar socorro pelos telefones 98869-3434, 3212-3232 ou pelo 193.

 

O Consórcio Intermunicipal de Mobilidade Urbana (CIMU) também colabora através do envio de relatório técnico mensal sobre as vias afetadas. “No período de chuvas mais intensas, esse trabalho é intensificado e, logo no dia posterior à chuva, enviamos o relatório técnico para a Seinfra para que eles planejem as ações que serão executadas e assim possamos evitar que a trafegabilidade seja prejudicada”, explica Jefferson Veras, diretor do CIMU. Há ainda a participação do Departamento Municipal de Trânsito (Dmtrans) quando existe a necessidade de controle do tráfego.

 

De acordo com o secretário executivo Marcelo Pacheco, diretor técnico da Seinfra, as ações da secretaria estão concentradas no monitoramento das principais avenidas da cidade, através da sinalização e interdição de pontos críticos, além da recuperação de prováveis pontos críticos. “A partir da próxima semana, acreditamos ainda que devemos recuperar alguns dos pontos mais críticos dessas avenidas com recapeamento asfáltico, mas ainda não em força máxima, visto que a própria chuva atrapalha os serviços”, acrescenta.  Como exemplo, um trecho da Avenida Teresina foi bastante danificado com a chuva desta quinta-feira, mas a Seinfra atuou em caráter emergencial e realizou a recuperação do local com pavimentação poliédrica.

 

A Ouvidoria do Município, junto com a Habitação e Semdes, atuam nas áreas onde há moradias de risco.  Equipes da Secretaria de Saúde atuam no monitoramento e combate de doenças de veiculação hídrica, nome dado às doenças que possuem relação direta com a água, como a leptospirose e a dengue.

 

Telefones úteis:

Corpo de Bombeiros: 98869-3434/ 3212-3232/ 193

Defesa Civil: 99911-0101

Limpeza Pública: 3212-2812

Ouvidoria do Município: 98852-3303

SAMU: 3212-2743

PUBLICIDADE:

APLIK

natalpremiado

ovz

saude_nota_10_banner_640x330px

ARTE BLOG LUCAO

cab


Sem Comentários

Seja o primeiro a comentar.

Faça um comentário

Please enter your name. Please enter an valid email address. Please enter a message.