No estado, o PSB possui uma deputada federal, Luana Costa; dois estaduais, Rogério Cafeteira e Bira do Pindaré, e doze prefeitos.

psbdir

O prefeito de Timon, Luciano Leitoa, deu início em 2018 ao seu segundo mandato seguido à frente do Diretório Estadual do PSB já devidamente registrado na Justiça Eleitoral pela Executiva Nacional do partido.

Leitoa foi escolhido para continuar na direção da sigla socialista durante o Congresso Estadual do PSB realizado em setembro do ano passado, na Assembleia Legislativa, quando, na ocasião, os demais membros decidiram por expulsar o senador Roberto Rocha e também pelo apoio à reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB).

No estado, o PSB possui uma deputada federal, Luana Costa; dois estaduais, Rogério Cafeteira e Bira do Pindaré, e doze prefeitos.

Além de Leitoa, a nova comissão empossada é formada por Domingos Paz, primeiro vice-presidente; Marcelo Tavares, segundo vice-presidente; Luana Costa, terceira vice-presidente; João Bento da Silva Neto, primeiro secretário; Shirley Pinto, segundo secretário; Marcelo Araújo Coelho, vice-presidente de Relações Institucionais. Ainda participam membros, como o advogado Abdon Marinho, e coordenadores de movimentos do partido.

O mandato do novo diretório é valido até janeiro de 2021.

PUBLICIDADE:

criativa-2017

saude_nota_10_banner_640x330px

Graciosa

quitanda

bom-cafe1448230424

sushimix-lucas1457641737

Leia Mais

‘De 10 requerimentos, 8 serem justificativas de faltas, atestados médicos vergonhosos, ausência exagerada nas sessões, isso é que tem que ser explicado para o povo, e isso tem quer explicado muito bem, pois atinge inclusive o regimento desta casa e não tendo 20% de presença, questionando até a legitimidade de seu mandato. Finalizou Rafael Leitoa.

ALEMA20

Na tarde desta quarta-feira(20), o deputado Rafael Leitoa, durante sessão para apresentação do orçamento para 2018 na Assembleia Legislativa do Maranhão, usou a tribuna para rebater insultos e acusação de haver votado contra emenda do deputado Eduardo Braide para Timon, emenda essa que está fora do limite individual de 4 milhões.

Descascando a oposição

Ao ser interpelado pelo deputado Alexandre Almeida, o deputado Rafael Leitoa afirmou que o momento era oportuno para oposicionistas tentarem descaracterizar um governo legítimo e que atua na cidade de Timon, porque hoje Timon tem um representante na assembleia. Lembrou ainda que tinha um deputado eleito com o voto timonense no governo passado, mas ações não chegavam na cidade, seja por emenda individual ou por ações do executivo, e que Almeida teria erguido um muro entre Timon e São Luís, sendo inclusive responsabilizado pelo próprio grupo que pertence, pela impopularidade de Roseana em Timon.

Convite

Rafael, ainda lembrando a ausência de ações que beneficiassem a população timonense, mesmo o deputado Alexandre sendo o líder da bancada governista da então governadora Roseana Sarney, lançou o convite para o deputado oposicionista para participar da entrega de duas ambulâncias na próxima sexta-feira(22/12) em Timon, fato que nunca ocorrera durante seus dois mandatos.

Colégio Militar, IEMA e Caic

Rafael Leitoa ainda fez questão de enfatizar que importantes aparelhos de educação esquecidos por Alexandre Almeida, hoje transformaram-se em realidades fruto de seu empenho e da seriedade do governo de Flávio Dino, inclusive o CAIC que fora completamente saqueado e que hoje se encontra na reta final de reforma e adequação é fruto de seu empenho. Leitoa fez questão de pontuar que devido ao seu esforço,  na manhã desta quarta-feira(20), 100 alunos formaram-se no ensino médio do Colégio Militar Tiradentes/Timon, e que outros tantos estão passando por este triunfo no IEMA/Timon, que também é fruto de seu esforço.

20% de Presença

‘De 10 requerimentos, 8 serem justificativas de faltas, atestados médicos vergonhosos, ausência exagerada nas sessões, isso é que tem que ser explicado para o povo, e isso tem quer explicado muito bem, pois atinge inclusive o regimento desta casa e não tendo 20% de presença, questionando  até a legitimidade de seu mandato. Finalizou Rafael Leitoa.

VEJA O VÍDEO:

PUBLICIDADE:

natalpremiado

ovz

saude_nota_10_banner_640x330px

ARTE BLOG LUCAO

cab

Leia Mais

O encontro acontecerá às 17h, na sede do Partido Democrático Trabalhista, no município.

PDXT

Lideranças políticas de todo o estado voltam a se reunir no sábado, 18, em Timon, em apoio à pré-candidatura do deputado Weverton Rocha (PDT) ao Senado Federal em 2018. O encontro acontecerá às 17h, na sede do Partido Democrático Trabalhista, no município. Esta será a sétima vez que os apoiadores do parlamentar se reúnem em torno da sua pré-candidatura.

O primeiro evento aconteceu em dezembro de 2016, em Santa Inês, na casa da prefeita eleita Vianey Bringel (PSDB), reunindo algumas lideranças. Daí em diante os eventos passaram a acontecer a cada dois meses: em Codó, Barra do Corda, Balsas, Pedreiras e Imperatriz, reunindo um numero cada vez maior de deputados federais e estaduais, prefeitos, vereadores e lideranças locais.

“Este é um projeto coletivo de construção de uma pré-candidatura que representa os anseios e as aspirações de todos”, diz Weverton Rocha. De acordo com o deputado federal, a ideia é rodar o Maranhão, ouvindo as pessoas e, a partir desses diálogos, formar um conceito de atuação representativa para o estado.

Atuação na Câmara Federal – Em seu segundo mandato como deputado federal, Weverton Rocha vem defendendo de maneira incisiva as pautas de votação importantes para que o Brasil volte a crescer, sem que sejam retirados direitos dos trabalhadores e dos aposentados, como aconteceu recentemente, ao se posicionar contrário às reformas Trabalhista e da Previdenciária.

Entre os projetos de sua autoria em tramitação na Câmara dos Deputados estão o que agrava a pena para os casos de feminicídio; o que veda a cobrança de taxa de religação de serviços públicos, como luz elétrica; e o que incentiva a utilização da irrigação na agricultura familiar, por meio de descontos especiais nas tarifas de energia elétrica.

Weverton Rocha destinou todas as suas emendas individuais ao Orçamento da União de 2018 à saúde. Ao todo ele indiciou, durante este mandato, R$ 27,5 milhões para o custeio da saúde no Maranhão.

Também por iniciativa de uma emenda pessoal, o parlamentar possibilitou à Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf), a compra de patrulhas agrícolas mecanizadas para 46 municípios, com o objetivo de auxiliar no preparo de áreas para o plantio e a colheita. E garantiu a entrega, por meio do Ministério das Cidades, de 30 kits, que incluem um automóvel Aircross Citroën, para equipar os Conselhos Tutelares.

(Da assessoria)

PUBLICIDADE:

Petiscos do mar

ovz

ARTE BLOG LUCAO

cab

Leia Mais

Vamos montar uma corrente de retransmissão e queremos contar com a ajuda de todos os companheiros do PDT compartilhando a live.

bandeira-vermelho-gradiente-PDT-1024x534

Bom dia Companheiros(a)
Hoje ás 20:30 é o nosso Programa PDT Nacional, em seguida começa a Live com Ciro na pagina do PDT Nacional no Facebook ❗

Vamos montar uma corrente de retransmissão e queremos contar com a ajuda de todos os companheiros do PDT compartilhando a live. Isso gera audiência pra live e novas curtidas para a página do Partido

Saudações Trabalhistas ✊🏼1⃣2⃣🌹

PUBLICIDADE:

Graciosa

quitanda

bom-cafe1448230424

sushimix-lucas1457641737

Leia Mais

O relatório precisa ser votado na CCJ antes de ir para o plenário — os deputados preveem que isso aconteça só a partir do próximo dia 24 de outubro.

Andrada apresenta hoje parecer sobre Temer Mateus Bonomi/05.10.2017/AGIF/Folhapress

Andrada apresenta hoje parecer sobre Temer. (Mateus Bonomi/AGIF/Folhapress)

O deputado federal Bonifácio de Andrada (PSDB-MG) prometeu apresentar à CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara, nesta terça-feira (10), o relatório que trata da denúncia contra o presidente Michel Temer (PMDB). Andrada é o relator do caso.

O peemedebista é suspeito de praticar obstrução de justiça e organização criminosa, segundo denúncia do ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot.

A sessão na comissão está marcada para 10h, mas Andrada já avisou que não vai conseguir apresentar o parecer de manhã como o previsto. O texto só vai ser entregue à tarde.

O relatório precisa ser votado na CCJ antes de ir para o plenário — os deputados preveem que isso aconteça só a partir do próximo dia 24 de outubro.

A expectativa é que o tucano peça o arquivamento da denúncia contra Temer. Mas ele ainda faz mistério.

“É uma matéria de alta importância e eu tenho que ter necessária independência e firmeza para enfrentar esse trabalho”, afirmou o parlamentar do PSDB.

Os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil) e Moreira Franco (Secretaria-Geral da Presidência) também são acusados pelos mesmos dois crimes de Temer.

Temer e os ministros negam todas as acusações.

O presidente da comissão, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), acredita que a votação da denúncia ocorrerá dentro de duas semanas.

“Designada a sessão para terça-feira, para leitura do parecer do relator, deputado Bonifácio de Andrada, e para o pronunciamento das defesas técnicas do presidente e dos dois ministros de Estado que foram denunciados, haverá um pedido de vista, que é previsível que aconteça”, previu.

“Vamos ter que cumprir duas sessões da vista e na outra semana, depois do feriado de 12 de outubro, é possível iniciar a discussão da matéria na CCJ, com todos os deputados fazer o uso da palavra, e a votação do parecer para encaminhar ao plenário”, completou.

Para ter prosseguimento na Câmara, a denúncia precisa conquistar 342 dos 513 votos dos deputados federais. A oposição acusa o Planalto de liberar emendas para agradar os deputados da base em troca do voto que pode enterrar a denúncia contra Temer.

Na véspera da leitura da denúncia, Temer manteve reuniões internas com deputados aliados e ministros no Palácio do Planalto.

Do R7

Leia Mais